O APOCALIPSE

 

          ÍNDICE

1 – As Sagradas Letras           II Tm 3:15

2 – Quatro Bestas revelam o futuro - Dn 8:26

3 – E a Verdade Vos Libertará Jo 8:32

4 – A Estratégia do Inimigo Ap 17:5

5 – O Anticristo e suas Meretrizes – Is 4:1

6 – E Lançou a Verdade por Terra – Dn 8:12

7 – A Verdadeira Igreja do Criador – Ap 12:17

8 – O Criador coloca o Seu selo sobre nós – Ap 7:1-3

9 – O Santuário do Criador   Ex 25:8

10 – A Maior Profecia do Criador – Dn 9:25

11 – As Duas Mil e Trezentas Tardes – Dn 8:14

12 – O Juízo Final; você tem medo? - Mt 25:46

13 – Os Livros do ETERNO – Ap 3:5

14 – Lei ou Graça? - Jo 4:10

15 – As Bestas do Apocalipse Mt 7:15

16 – Sete Pragas contra este mundo – Is 33:16

17 – Finalmente! - Mt 24:30e31

18 – Os Porta-vozes do Criador – Am 3:7

19 – Quem Será Levado e Quem Será Deixado? – Mt 24:40

20 – Os Dons do Espírito, que é Santo! – I Co 12:4

 

Atos 20:28 - Agora, olhem por vocês próprios e pelo rebanho do Maoro’eh Yaohushua. O RUK’HA HOL’KODSHUA (YAOHUSHUA, em espírito onipresente) vos constituiu zaokan’yao (anciãos) para alimentar a sua Oholyao, que Ele comprou com o Seu próprio 'DAM' (sangue).

ESN/EUC – Escrituras Sagradas segundo o Nome, Edição Unitariana Corrigida by CYC

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Curso: ...e a Verdade vos Libertará!

LIÇÃO 10

A Maior Profecia do Criador

Ele me disse: Até duas mil e trezentas tardes e manhãs; e o santuário será purificado. (Dn 8:14).

HOJE, PARA PODERMOS FAZER ESTE ESTUDO TEREMOS QUE VER O QUE OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA ENTENDEM SOBRE ESTE TEMA... ISTO, PORQUE ELES BASEIAM TODO O SEU ENTENDIMENTO SOBRE A VOLTA DO MESSIAS – QUE É O FATO MAIS ESPERADO POR TODA A HUMANIDADE – EM UMA PROFECIA QUE POUCOS CRISTÃOS CONHECEM... NÃO A CONHECEM PORQUE É ISTO QUE SATANÁS QUER: QUE NINGUÉM PERCEBA QUE O MESSIAS ESTÁ À PORTA!!!

Mas, quando Daniel/Dayan’ul ouviu esta profecia, não a entendeu e chegou a ficar doente por isto... Treze anos depois o ETERNO, em Sua misericórdia, enviou um anjo para explicar a profecia e foi então (no capítulo 9 de Daniel/Dayan’ul) que para dar maiores detalhes revelou a Profecia Maior; as Setenta Semanas...

O Santuário Celestial

Saiba que quando Cristo subiu aos céus após a Sua ressurreição, Ele entrou no lugar Santíssimo, onde está o Trono do ETERNO (Ap 3:21) e lá permanece como Sumo-sacerdote, intercedendo por nós (Hb 7:25)...

No entanto, a IASD ensina que até o ano de 1844 Ele não esteve junto ao PAI, pois, aplicando-se Dn 8:14 como sendo 2.300 anos, isto nos conduziria à este ano... Segundo esta interpretação Cristo voltaria neste ano! Vamos, a partir deste ponto, estudar esta interpretação:
Como chegou o ano de 1844 (22 de outubro) e Cristo não veio, surgiu uma NOVA "explicação": 1844 não era a volta do Messias para purificar a TERRA, mas sim a entrada do MESSIAS na parte santíssima para purificar o santuário celestial da presença do pecado...

Mas, antes de entrarmos em detalhes sobre a "maior" profecia bíblica, é importante percebermos que Cristo realiza, hoje, um trabalho que era simbolizado pelo sumo-sacerdote do antigo santuário. Na aula anterior, vimos que uma vez por ano o sumo-sacerdote entrava na parte santíssima para realizar a purificação que simbolizava o Dia do Juízo Final – o Yon Kipur judaico!

Cristo continua sendo o nosso intercessor (Advogado – I Jo 2:1), mas também recebeu a missão final: Selar-nos (Ap 7), separando assim os cabritos dos bodes; separando o trigo do joio... Mt 25:33, 34, 41, 46. O Messias morreu por nós, e é por nós que Ele continua lutando para que não venhamos a nos perder;

Por isso, irmão, não mostre ao ETERNO o tamanho dos seus problemas, mostre aos seus problemas – satanás – o tamanho do seu CRIADOR...

...mas, vamos estudar um pouco como os autores desta doutrina entendem a "maior" profecia do ETERNO:

OBS: Diz-se maior por crer-se que Dn 8:14 representaria 2.300 anos... Vamos ver se é isto mesmo!

Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar e para edificar Jerusalém, até ao Ungido, ao Príncipe, sete semanas e sessenta e duas semanas; as praças e as circunvalações se reedificarão, mas em tempos angustiosos. Depois das sessenta e duas semanas, será morto o Ungido e já não estará; e o povo de um príncipe que há de vir destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será num dilúvio, e até ao fim haverá guerra; desolações são determinadas. Ele fará firme aliança com muitos, por uma semana; na metade da semana, fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares; sobre a asa das abominações virá o assolador, até que a destruição, que está determinada, se derrame sobre ele. (Dn 9:25-27 RA).   

O primeiro ponto que eles consideram é que TODA vez que as Escrituras nos apresenta uma profecia envolvendo tempo, a palavra DIA deve ser substituída por ANO, ou seja, um dia por um ano. Este princípio era conhecido pelo povo judeu e pelos primeiros pais da Igreja; mas as Escrituras é o que nos apresenta esta equivalência, veja: Vossos filhos serão apascentadores neste deserto quarenta anos e levarão sobre si as vossas infidelidades, até que o vosso cadáver se consuma neste deserto. Segundo o número dos dias em que espiastes a terra, quarenta dias, cada dia representando um ano... (Nm 14:33-34).

Ezequiel/Kozoqi’ul comprova este princípio de modo inverso: Quarenta dias te dei, cada dia por um ano... Ez 4:7; Gn 29:27, 28 nos mostra esta relação apresentando a Semana de Anos (Casamento de Jacó/Yah'kof). Em Lv 25:8 temos o mesmo cálculo ao falar-nos sobre o jubileu – a cada 49 anos (7x7 semanas). O Criador também usou esta simbologia referindo-Se ao tempo dado aos judaicos pelo ETERNO, na profecia de Dn 9:25-27 (Mt 18:22). Portanto, um Dia profético significa um Ano literal.

Ap 12:6, 14, 13:5 = 1260 anos literais...

O segundo ponto é sobre o significado da expressão “tardes e manhãs”: Muitos querem que esta expressão esteja referindo-se aos sacrifícios que eram ministrados diariamente no Santuário. Estes sacrifícios eram realizados pela manhã e à tarde e nos originais das Escrituras nunca foi usada a expressão Tarde e Manhã para estes sacrifícios, exceto que no livro de Gênesis/Bereshit em seu primeiro capítulo, podemos ler: Chamou o CRIADOR à luz Dia e às trevas, Noite. Houve tarde e manhã*, o primeiro dia... Gn 1:5.

*a tarde representa a parte escura do dia (a partir do pôr-do-sol) e a manhã, a parte clara, pois a Criação começou pelas trevas!!! Esta foi a forma usada pelo ETERNO para falar sobre o período de 24 horas que nós conhecemos como dia... Portanto, segundo eles [IASD], 2300 tardes e manhãs representariam 2.300 dias proféticos ou seja: 2.300 anos literais...

OBS: E, é justamente aqui que se comete o ERRO dos Adventistas: Transformar esta profecia em 2.300 ANOS, pois para um mesmo símbolo profético, aplicou-se DUAS interpretações (regras) sucessivas, ou seja, Tarde e Manhãs => DIA (correto) e depois Dia => ANO (incorreto; a correspondência profética já foi aplicada). Repetimos, a primeira "conversão" é correta e a segunda é "forçar" a interpretação para dar certo com o computo adventista!

O terceiro ponto é uma pergunta: A visão relatada em Daniel/Dayan’ul 9 é a mesma de Daniel/Dayan’ul 8?

Ao estudar o capítulo 8 de Daniel/Dayan’ul, praticamente tudo foi explicado a ele, exceto a parte das 2.300 tardes e manhãs. Como vimos, Daniel/Dayan’ul ficou doente e não pode receber as explicações (Dn 8:27). Somente anos depois é que Daniel/Dayan’ul, em suas súplicas, recebe agora a explicação daquela visão sobre o Santuário (Dn 9:21). Portanto, a profecia sobre as SETENTA SEMANAS de Dn 9:25 é a Profecia Maior da qual fazem parte os 2.300 dias...

Quarto ponto: Quando teve início estes 2.300 (e não anos, pois já vimos que esta interpretação não corresponde aos fatos bíblicos - Ap 3:21)?

Primeiro temos que estabelecer em que ano se inicia a contagem da profecia maior (as Setenta Semanas que realmente são 490 anos, pois ali temos DIAS que podem e devem ser interpretados como anos).

Este ponto as Escrituras nos esclarece quando lemos em Esdras/Ozór cap. 1 e 3 que após um decreto do Rei assírio, Ciro o Grande, em seu primeiro ano de reinado (537/538 a.Y. ) permitiu a restauração do templo em Jerusalém/Yah'shua-oleym... Tempos depois foi preciso mais um decreto, agora do governador de Babilônia, Dario, permitindo que os yaoshorul’itas voltassem para a sua pátria...

Transcorreram cerca de cinquenta anos (após Dario) e Neemias, um copeiro do Rei Artaxerxes, foi mandado à sua terra natal de posse do mais importante decreto: o que dava autonomia a Jerusalém/Yah'shua-oleym – Ed 7:8 (457/458 a.Y. ); 7:25, 26. Portanto, foram necessários três decretos para a Reedificação de Jerusalém; porém devemos considerar o terceiro como o ponto de partida das SETENTA SEMANAS, pois foi somente após o decreto de Artaxerxes é que foi consolidada a independência de Israel/Yaoshor’ul... Esdras 7:8-26.

Apesar de termos os Livros de Esdras/Ozór e de Neemias/Naokhem’yah para nos esclarecer, biblicamente, muitos ainda colocam dúvidas no ano de 457/458 a.Y.  como sendo o ponto de partida desta profecia. Porém, o CRIADOR em Sua onisciência, sabendo que os homens (satanás) procurariam colocar em dúvida Sua Palavra Profética, ao mandar o anjo em socorro de Daniel/Dayan’ul para esclarecê-lo apresentou-lhe mais detalhes dentro das Setenta Semanas... Como por exemplo, as dificuldades que os ex-exilados tiveram na reconstrução dos muros e do novo templo, relatados nos livros de Esdras/Ozór e Neemias/Naokhem’yah... Eis ai a primeira parte da profecia (tempos angustiosos à 7 primeiras semanas = 49 anos, vs 25).

Também, ao cumprirem esta parte da profecia que apontavam para Cristo, podemos de um modo inverso, confirmarmos o ano de 457/458 a.Y.  como sendo realmente o ponto de partida desta importante profecia para os nossos dias. Mas, vamos conhecer o que os versos de Dn 9:25-27 falam sobre Cristo, comprovando assim a profecia:

(Abram as Escrituras em Dn 9:25-27 RA).

Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar e para edificar Jerusalém, até ao Ungido, ao Príncipe, sete semanas e sessenta e duas semanas; as praças e as circunvalações se reedificarão, mas em tempos angustiosos. Depois das sessenta e duas semanas, será morto o Ungido e já não estará; e o povo de um príncipe que há de vir destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será num dilúvio, e até ao fim haverá guerra; desolações são determinadas. Ele fará firme aliança com muitos, por uma semana... na metade da semana, fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares; sobre a asa das abominações virá o assolador, até que a destruição, que está determinada, se derrame sobre Ele.

Lendo Ne 3 e 4 vemos que a reconstrução da cidade de Jerusalém/Yah'shua-oleym caracterizou estas sete primeiras semanas (49 anos) relatadas na profecia, pois foram tempos angustiosos... Depois disto – após 62 semanas (ou seja, 483 anos) vemos o relato da Imersão do Messias, o Ungido Príncipe (ano 27 de nossa era). E é justamente este ano (27 d.Y.) que comprova que o ano 457 a.Y.  é o ano inicial da profecia de Dn 8:14.

Tendo já se passado 69 semanas ainda resta uma última semana, a mais importante, pois nela está relatado o sacrifício do Messias na Cruz e o fim dos holocaustos (vs. 27) e complementa que após isto virá o assolador... E, é JUSTAMENTE aqui que se cumprem as 2.300 tardes e manhãs (dias)! Neste ponto da profecia, muitos interpretes querem dizer que a última semana não é literal e que portanto ela ainda não terminou, ou seja, só terminaria com a volta do Messias. Mas, veja que a Volta do Messias não é o tema da profecia e sim a última oportunidade dada ao povo judeu de retrocederem em seus maus caminhos (vs. 24) com a Vinda do Messias. Sobre esta oportunidade final o Messias se referiu em diversas parábolas, fatos ou ocasiões (Mt 18:22; 24:15; Lc 10:1). Estes que assim pregam, ensinam sobre um “arrebatamento secreto” e para que Dn 9:24-27 seja usado como “prova”, afirmam que o PRÍNCIPE seria um general romano!!!

Mas, qual é a importância desta profecia para nós? Ao cumprirem-se fielmente as Setenta Semanas (490 anos) dados aos judaicos (Mt 21:46), podemos ter certeza de como se cumpriram os 2.300 dias... aos quais estudaremos no proximo tópico!

 

 

RESPONDA!

1 – Quando, de acordo com a profecia, devia ser purificado o santuário? ...Até _______ mil e _______________ tardes e manhãs; então o santuário será purificado. Dn 8:14.

OBS: Tardes e manhãs é o modo bíblico de dizer DIA, conforme Gênesis 1 - os dias da criação...

2 – Que porção de anos, mencionada na visão do cap 9 de Daniel/Dayan’ul, foi determinada aos judeus? Note bem para que foi dado este período! ______________ semanas estão decretadas sobre o _________ povo, e sobre a tua santa cidade, para fazer cessar a transgressão, para dar fim aos pecados, e para expiar a iniquidade, e trazer a justiça eterna, e selar a visão e a profecia, e para ungir o santíssimo. Dn 9:24.

3 – Quando, disse o anjo, que devia começar as Setenta Semanas? Sabe e entende: desde a ___________ da ordem para __________________ e para e _____________ Yah'shua-oleym até o ungido, o príncipe, haverá sete semanas, e sessenta e duas semanas... Dn 9:25.

 4 – No final dos 483 anos (69 semanas) ainda restava uma semana. Que deveria acontecer no meio desta semana? E ele fará um pacto firme com muitos por uma semana; e na _______________ da semana fará _________________ o _____________________ e a oblação; e sobre a asa das abominações virá o assolador... Dn 9:27

OBS: Isto ocorre com a morte do Messias e YAOHUH UL’HIM faz saber aos homens que os sacrifícios terminaram quando rasga o véu do Templo (Mt 27:51).

5 – Que advertência Paulo/Sha’ul nos faz? Mas o ETERNO, não levando em conta os tempos da ignorância, manda agora que todos os homens em todo lugar se ___________________ ; porquanto determinou um dia em que com justiça há de _____________ o mundo, por meio do varão que para isso ordenou; e disso tem dado certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos. Atos 17:30, 31.

6 – Sob que símbolo é acentuada a importância da mensagem da hora do juízo? E vi outro anjo voando pelo meio do céu, e tinha um evangelho ______________ para proclamar aos que habitam sobre a terra e a toda nação, e tribo, e língua, e povo, dizendo com grande voz: Temei ao ETERNO, e dai-lhe glória; porque é chegada a hora do seu juízo... Ap 14:6, 7.

OBS: A hora do nosso juízo chega no momento em que ressuscitamos, pois fomos selados na morte (Dn 12:2). Além de que o CRIADOR conhece os Seus... Jo 10:14; II Tm 2:19.

7 – Que ordenou o ETERNO a Israel/Yaoshor’ul, por intermédio de Moisés/Mehushua? ...me farão um ______________ para que eu ___________ no meio deles. Conforme a tudo o que eu te mostrar para modelo do tabernáculo, e para modelo de todos os seus móveis, assim mesmo o fareis. Ex 25:8, 9.

8 – Que foram instruídos a fazer, os pecadores desejosos de perdão? E se alguém dentre a povo ____________________ por ignorância, fazendo qualquer das coisas que o Criador __________________ que não se fizessem... então trará por sua oferta uma cabra, sem defeito, pelo ___________________ cometido; porá a mão sobre a cabeça da oferta pelo pecado, e a ________________________ no lugar do holocausto. Lv 4:27-29.

9 – O que se fazia com o sangue da oferta? Depois o sacerdote, com o dedo, tomará do sangue da oferta, e o _______________ sobre as pontas do altar do holocausto... Lv 4:30

10 – Depois de acumular os pecados durante um ano, o que era feito no décimo dia do sétimo mês de cada ano? ...no sétimo mês, aos dez do mês, afligireis as vossas almas, e não fareis trabalho algum... por que nesse dia se fará ____________ por vós, para purificar-vos; de todos os vossos pecados sereis purificados perante o ETERNO. Lv 16:29, 30.

 

Minha Decisão: Compreendo agora que aquele Santuário Terrestre apontava para a cruz do calvário e que Cristo hoje, ministra em meu favor no Santuário Celestial...

 

Minha Assinatura: ____________________________ Data: __/__/_____.

 

OBSERVAÇÕES:

Confirme as passagens bíblicas com a sua Bíblia; mesmo que seja uma bíblia corrompida (trinitariana).

@ - Responda e nos envie a Lição...  No fim de TODAS as Remessas, enviaremos um Certificado de Conclusão que pode ser impresso e colocado em uma moldura!

 

SAIR

 

Preencha o Formulário abaixo para solicitar um estudo sobre um tema específico ou dar a sua opinião sobre este estudo... Não fique com dúvidas!!!

CONTATOS

[15] 9 9191-8612 (CLARO)

         9 9781-0294 (VIVO)

         9 8121-3482 (TIM)

         9 8800-1763 (OI)

falecom@cyocaminho.com.br

 

DÚVIDAS

 

  

ESTE QUADRO AO FICAR BRANCO É PORQUE O FORMULÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO

AGUARDE A NOSSA RESPOSTA!